fbpx

LÍDIA PEYCHAUX

lidia peychaux A artista plástica Lídia Peychaux, numa generosa ruptura de limites, passou a dar aulas há 24 anos, utilizando a técnica de estimular o lado direito do cérebro, proporcionando aos alunos novas descobertas, superação de limites físicos, mentais ou emocionais, independente da idade.

UM ADMIRÁVEL MUNDO NOVO EM SUAS MÃOS

Lídia Peychaux, nome conhecido internacionalmente através de exposições individuais pelo mundo afora, dedica-se também a formar professores do Pedro II em sua técnica, beneficiando alunos, além de promover workshops e palestras em empresas, aumentando a produtividade de funcionários, que descobrem potenciais ate então desconhecidos.

A artista plástica e advogada Argentina, Lídia Peychaux, radicada 38 anos no Brasil, mais do que acumular os prêmios de uma bem sucedida carreira com a pintura, desenvolve há dez anos, cursos que estimulam seus alunos de qualquer idade, a explorar novas potencialidades, revolucionando sua visão de si mesmos e do mundo que os cerca, levando- os a um crescimento profissional e psicológicos de tal forma, que empresas como Sebrae, BNDES e o Instituto de Gerontologia, entre outras, a contratam para ministrar cursos a seus funcionários, obtendo um maior aproveitamento na rotina de trabalho.

Além disso, Lídia forma professores do Pedro II, que a partir do curso, levam para a sala de aula a técnica que estimula os alunos a desenvolverem potencialidades até então desconhecidas ou esquecidas, apresentando uma evolução no aprendizado muitas vezes surpreendente.

Mas os benefícios da técnica usada por Lídia em suas aulas, não atendem apenas a crianças e adolescentes. Seus métodos se prestam também como terapia para pessoas de terceira idade, que descortinam novos horizontes, aumentando sua auto-estima e revelando potenciais pouco explorados.

Os cursos de Lídia são úteis também para pessoas limítrofes sejam por deficiência física ou mental, que a partir de suas aulas superam limites e caminham em direção a novas formas de expressão.

Mas, afinal, o quem vem a ser esse método? E o que é preciso para usufruir desses ensinamentos? São as chamadas oficinas do hemisfério direito do cérebro, uma proposta científica de estímulo ao aprendizado, que utiliza a arte como caminho para atingir seus objetivos.

O indivíduo, ao mudar sua ótica do mundo que o cerca, descobre novas formas de crescimento pessoal tanto emocional quanto profissional, superando limites antes inimagináveis.

No Consulado da Argentina

lidia peychaux Como as descobertas e técnicas são variadas, Lídia Peychaux recebe em suas classes de alunos, grupos tão heterogêneos mas que convivem em harmonia com as diferenças. Em suas aulas, tanto podem estar grandes artistas quanto donas-de-casa que jamais pegaram um lápis. O impacto de se deslocar o foco para onde sempre costumamos olhar, repetindo infinitamente, gestos, discursos e até a forma com que vemos e nos olhamos no dia-a-dia, se encarrega de nivelar a turma inteira no objetivo de ver, sentir e agir de maneira inteiramente nova e mais rica e portanto mais feliz ao interagirmos com o mundo externo. Esse é o grande objetivo desse trabalho.

O resultado plástico também surpreende. Não é á toa, que a despeito das exposições individuais, dos cursos para terceira idade ministrados na Cândido Mendes, além das aulas em Copacabana e no Pedro II, que Lídia, prepara exposições anuais de seus alunos.

O binômio arte e ciência funciona como uma forma de integração profunda entre o racional, emocional e espiritual, ou intuitivo, causando bem-estar interno e potencializando não apenas um maior equilíbrio mas ao fazê-lo, libertando o indivíduo de amarras que lhe tolhiam ou até mesmo impediam seu crescimento interior.

Neste aspecto é que a artista e educadora se realiza. Embora lidar com universos aparentemente dispares possam causar algum cansaço, Lídia Peychaux não desiste. Ao contrário, tem nesse trabalho, uma espécie de sacerdócio, uma missão de colaborar para melhorar o mundo à sua volta, preocupação dos realmente grandes, que questionam a responsabilidade de sua atuação no mundo em que vivem.

Não por acaso, Lídia criou a home-page: www.oficinacriativa.com.br para tomar seus métodos acessíveis a um maior número de pessoas.

Mais do que produzir trabalhos artísticos de indiscutível beleza, muitos deles reconhecidos e expostos na Europa, Estados Unidos e América do Sul, Lídia Peychaux busca redimensionar o papel da própria arte com toda a sua força transformadora, através de workshops, palestras e cursos onde aponta o caminho da arte como o ponto de partida para o auto-conhecimento, a liberdade interior e uma interação profunda e verdadeira com todo o universo.

Currículo

Argentina, Advogada, Artista Plástica, Diretora da Oficina Criativa, cursos de processo criativo em instituições como: Clube de Engenharia, BNDES, ABF, Professora da U. Candido Mendes e da UniverCidade. Participou dos grupos de discussão do atelier de Charles Watson, Rio de Janeiro.

01 Teoria e História da Arte: Arte Contemporânea, Charles Watson, Parque Lage.

02 Processo Criativo, Charles Watson, Parque Lage.

03 Procedência e Propriedade, Charles Watson, atelier, RJ

04 Arte Contemporânea - Lia do Rio.

05 Projetos de Arte Contemporânea I-II-III, Luiz Ernesto Moraes, Parque Lage.

06 Filosofia da Arte, Fernando Cocchiarale, PUC-RJ.

07 Dynamic Encounters Videos, Charles Watson, Parque Lage.

08 Análise e Inserção na Produção Contemporânea, Iole de Freitas, Parque Lage.

09 Pintura Contemporânea, Modulo Avançado, Susana Queiroga, Parque Lage.

10 Bienal de São Paulo, Charles Watson e professores da sua equipe.

11 Bienais de Veneza e Kassel (Alemanha), Charles Watson e professores (equipe).

12 Moderna e Contemporânea – Passagens e Persistência na arte de hoje.

13 Projetos de arte contemporânea – Lia do Rio.

14 Arte contemporânea , Paulo Cesar Duarte.

15 Curso Pintura e teoria - Arte contemporânea – Lia do Rio e Mauro Trinidade.

16 Arte e Reflexão Anna Bella Guiger e Fernando Cocchiarale.

17 Teoria da Arte Fernando Cochairalle.

18 Teoria e Portfolio: pré-produção, produção e pós-produção Brígida Baltar e Efrain Almeida e Marcelo Campos.

 

Conheça o Blog

Acompanhe as técnicas, as inspirações e o processo criativo da artísta Lídia Peychaux.
Acesse: lidiapeychaux.blogspot.com.br

blog lidia peychaux